top of page
Buscar

Governo gaúcho anuncia ampliação de programa contra evasão escolar


Imagem: Júlio Cordeiro/ Agência RBS.

Na manhã desta segunda-feira (16), o governador Eduardo Leite e o vice, Gabriel Souza, apresentaram mudanças no programa Todo Jovem na Escola (TJE), que concede bolsas a alunos do Ensino Médio para combater a evasão. A partir de 2024, o novo formato incluirá poupança, prêmio engajamento e auxílio matrícula.

Durante o anúncio, realizado no Palácio Piratini, Leite destacou que a ampliação dos incentivos reforça o objetivo do governo gaúcho de estimular que os estudantes completem seus ciclos escolares, muitas vezes interrompido pela necessidade de buscar emprego.


"Algo que notadamente melhora o desempenho do jovem estudante é ele ter empoderamento, fortalece os laços com a escola, afirmou o vice-governador.


A previsão é que sejam investidos R$731,6 milhões no TJE entre os anos de 2024 e 2026. O governo do Estado classifica o projeto, lançado em 2021 e que chegou a ser interrompido em 2022, como a “maior iniciativa de combate à evasão escolar no país”.


"Não podemos abrir mão desses estudantes e não podemos permitir que eles deixem de se qualificar. Assim, eles poderão produzir mais, gerar renda para suas famílias e ganhos econômicos para o Estado, com todos os benefícios sociais que isso representa. Por isso, vamos fazer a progressão de valores até 2026, com aplicação de quase R$ 300 milhões por ano com o Todo Jovem na Escola", declarou Eduardo Leite.


As mudanças, valores e formato foram definidos após meses de estudos, avaliações orçamentárias, estudo de iniciativas promovidas em outros estados e encontros com especialistas. A análise aponta que, quanto menor a renda familiar, maior a chance de o aluno abandonar o Ensino Médio.


Foco em profissionalização


Na ocasião, também foi anunciada pelo governo a criação de um novo programa de empregabilidade com o intuito de garantir oportunidades de trabalho a jovens em situação de vulnerabilidade social. O Partiu Futuro prevê qualificação técnica e aprendizagem profissional do jovem aprendiz por meio de estágios e atividades profissionalizantes a alunos do Ensino Médio da rede estadual.


O orçamento previsto é de R$ 42,3 milhões entre 2024 e 2026. No primeiro ano, serão disponibilizadas 324 vagas de estágio em 108 escolas.


As escolas que farão parte do programa estão vinculadas ao RS Seguro, iniciativa voltada para a melhoria dos indicadores da segurança pública no RS.


Fonte: GZH

0 comentário

Comentarios


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page