top of page
Buscar

Secretaria Estadual de Saúde troca direção da regulação em meio à escândalo no Samu


Imagem: divulgação/ Governo do RS.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou os novos diretores do Departamento Estadual de Regulação. Suelen da Silva Arduin assume como diretora da regulação, enquanto o médico Rogério Fett Schneider será o diretor adjunto. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta terça-feira (12).


Os profissionais substituem, respectivamente, Eduardo Elsade e Laura Sarti de Oliveira. Eles ocupavam os cargos quando o Grupo de Investigação (GDI) da RBS trouxe a revelação de que um grupo de médicos reguladores que atende aos chamados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por meio do telefone 192, não cumpre corretamente os horários de trabalho. Estes profissionais trabalham na central estadual do Samu, em Porto Alegre, que atende cerca de 269 municípios gaúchos.


Elsade foi afastado ainda em agosto, quando um áudio mostrava o ex-diretor ordenando que uma médica que descumpriu horário não deveria ser punida. A mensagem foi encaminhada ao então coordenador do Samu estadual, Jimmy Luis Herrera Espinoza – que também foi afastado das funções.


Depois, a diretora-adjunta Laura Sarti de Oliveira assumiu interinamente a direção da regulação. Então, novas revelações do Grupo de Investigação (GDI) do Grupo RBS mostraram uma reunião online onde Elsade e Laura discutiam com médicos reguladores sobre como manter as justificativas para descumprimento de horário.


Elsade, Herrera e Laura seguem empregados, pois são servidores do Estado.


Os afastamentos ou trocas de cargo foram feitos para dar transparência a comissão de sindicância instaurada pelo governo estadual para apurar a situação no Samu estadual.

Cleiton Felix, ex-enfermeiro do Samu e que revelou a situação ao GDI foi ouvido na sindicância nesta semana. Cleiton também entregou uma denúncia formal ao Ministério Público (MPRS) no final de agosto. Agora, a investigação está sendo tocada de maneira conjunta pelo MP-RS e a Polícia Civil.


Nova diretora


A nova diretora do departamento é servidora da SES-RS. Ela ocupava a direção do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais. Em abril de 2022, Suelen foi nomeada como interventora da SES-RS no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), após investigações afastarem a entidade privada que fazia a gestão do hospital.


Com formação na área de gestão financeira, ela também teve passagem pela direção administrativa do Hospital Psiquiátrico São Pedro.


A farra nas escalas do Samu


Desde o final de agosto, o Grupo de Investigação (GDI) do Grupo RBS vem mostrando como um grupo de médicos reguladores da central estadual do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) descumpriam suas cargas horárias de trabalho. Todos os citados atuam ou atuavam na central que fica em Porto Alegre e atende ligações de 269 cidades gaúchas.


O foco dos descumprimentos está nos turnos da noite e da madrugada. Os profissionais que deveriam trabalhar 12 horas, entre 19h e 7h, atuam um terço ou menos desta carga. Mas eles recebem salários integrais, com abonos no relógio-ponto.


Desde o início da série de reportagens, o governo estadual abriu uma comissão de sindicância para investigar a situação, além de afastar dos cargos o diretor de Central de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-RS), Eduardo Elsade, a diretora-adjunta Laura Sarti de Oliveira, e o coordenador do Samu estadual, Jimmy Luis Herrera Espinoza.


Fonte: GZH

0 comentário

コメント


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page