top of page
Buscar

Barlavento é a atração do Musik VR em Esteio nesta quinta


Imagem: divulgação.

A cidade de Esteio recebe nesta quinta-feira (25) a apresentação do grupo instrumental Barlavento. Formado por quatro saxofonistas, o grupo apresenta uma proposta estética que mescla ritmos brasileiros, portenhos e caribenhos ao jazz. A importância da matriz rítmica africana no repertório motivou experimentações com uso de percussão somada aos sopros, completando a formação do grupo.


A apresentação integra o Musik VR, um dos eventos que marcam as comemorações dos 50 anos da Vila Rica Imóveis. O evento acontece na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya (Rua Padre Felipe, 900 – Centro), às 20h. O ingresso é 1kg de alimento não perecível (doações para o Lar de Idosos Betel) e os organizadores pedem que seja confirmada presença pelo e-mail marketing@vilarica.com.br.


O Musik VR foi concebido como um momento cultural para valorizar a comunidade e a arte. Terá ao todo oito apresentações ao longo do ano, num projeto com a curadoria da Presto Produções e Promoções Artísticas. “Convidamos a comunidade de Esteio para participar deste projeto, que é uma das formas de retribuir a acolhida que a Vila Rica tem na cidade. O Musik VR reforça a importância que sempre demos aos projetos de âmbito cultural em nossos 50 anos de atividade empresarial”, destaca a Diretora da Vila Rica Imóveis, Madeleine Rossi de Moraes Hilbk.


Barlavento Quarteto de Saxofones


Formado em 2005, a partir da reunião de um grupo de saxofonistas com o objetivo de realizar prática instrumental e pesquisa de repertório para quarteto de saxofones, o Barlavento é um grupo que tem procurado fazer música mantendo o entusiasmo e o prazer de tocar em conjunto. Barlavento significa a direção de onde sopra o vento, o vento que infla as velas. Levado por este sopro, o quarteto busca aprimorar sua execução e interpretação, mantendo constante o cuidado com afinação, timbre e sonoridade.


O grupo tem forte influência da música latina e, embora privilegie a música brasileira, apresenta uma proposta estética que mescla ritmos brasileiros, portenhos e caribenhos ao jazz. A importância da matriz rítmica africana no repertório motivou, em 2008, a busca por parceiros musicais e experimentações, com uso de percussão somada aos sopros. Utilizando a tradicional formação de quarteto de saxofones (soprano, alto, tenor e barítono), o grupo pretende levar a um público cada vez mais amplo músicas de diversos períodos e estilos apresentadas na forma de arranjos diferenciados.


Entre as obras executadas pelo Barlavento podem ser destacados arranjos de composições de Hermeto Paschoal, Pixinguinha, Zequinha de Abreu, Tom Jobim, Ary Barroso, Astor Piazzolla, Carlos Gardel, Jorge Cardoso, George Gershwin, Henry Mancini e Duke Ellington, entre outros.


Fonte: Vila Rica

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page