Buscar

Condenado por pedofilia usava fotos da filha de 4 anos para pornografia em Canoas


Imagem: Reprodução/Internet

Um homem foi condenado a 16 anos e 8 meses de prisão em regime fechado por pedofilia. Ele usava fotos da filha de 4 anos em mensagens de conteúdo pornográfico. A decisão foi proferida pelo Juiz de Direito da 4ª Vara Criminal da Comarca de Canoas, Jaime Freitas da Silva. O réu permanece preso desde fevereiro de 2020.


Com a apreensão do celular dele foram encontradas fotos de sua filha deitada na cama de bruços, vestida de calcinha, e outra em que aparecia nua no banheiro. Conforme a apuração dos fatos, as imagens teriam sido encaminhadas para pessoas de uma rede de pedofilia pelo próprio pai da menina.


Durante diálogos que manteve com uma dessas pessoas, o genitor cogitou levar a filha a uma cidade do litoral gaúcho para que um outro homem mantivesse relações sexuais com a criança. Os laudos periciais no notebook e celulares do acusado comprovaram as imagens associadas a pornografia infantojuvenil. Além de fotos de crianças do sexo feminino, uma delas mostrava um adulto com o pênis em cima de uma mesa ao lado de uma mamadeira de criança.

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png