Denarc prende traficante que usava filha de colo como despiste nos deslocamentos em Porto Alegre


Houve a apreensão de 4,2 quilos de maconha, meio quilo de skank e 431 comprimidos de ecstasy. | Imagem: divulgação/PC.

Uma traficante, que usava a filha de colo como despiste nos deslocamentos pela cidade, foi presa pelos agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil em Porto Alegre. A ação, comandada pelo delegado Alencar Carraro, ocorreu na noite de sexta-feira, após investigação por algumas semanas.


Um veículo de transporte por aplicativo foi abordado pelos policiais civis na rua Engenheiro Alexandre Martins da Rosa, no bairro Humaitá. A traficante, de 20 anos, estava no carro com a criança, de um ano de idade. Houve a apreensão de cerca de 3,5 quilos de maconha e em torno de 400 comprimidos de ecstasy. As drogas e um telefone celular estavam dentro de uma bolsa levada por ela.


Depois, a equipe do Denarc foi até a residência da mulher, localizada no bairro Parque Santa Fé. Na moradia, os agentes recolheram meio quilo de skank, um quilo de maconha, 31 comprimidos de ecstasy, duas balanças de precisão, um par de placas automotivas e R$ 317,00 em dinheiro.


Segundo o delegado Alencar Carraro, a traficante foi conduzida para a delegacia, enquanto a filha era entregue à avó. Já o motorista do aplicativo foi liberado por não serem encontrados indícios da participação dele no crime. “O transporte de drogas por meio de aplicativo e a utilização de outros subterfúgios para fugir da ação dos policiais, como viajar com parentes, filhos, casais…., é cada vez mais usual”, avaliou.


“As diligências vão continuar no sentido de apurar indícios suficientes para comprovar o envolvimento no tráfico de drogas por um apenado, que seria o companheiro da mulher presa na ação, bem como eventuais outros comparsas que estiverem envolvidos no esquema”, adiantou.


Fonte: Correio do Povo



0 comentário