top of page
Buscar

Desmoronamento em Gramado foi causado por movimento de massa, diz prefeitura


O relatório técnico sobre as áreas interditadas e com risco de desmoronamento em Gramado, na Serra Gaúcha, foi concluído na noite desta terça-feira (28) e divulgado nesta quarta-feira (29). De acordo com a prefeitura, o documento, assinado por uma empresa de engenharia e geotecnia, confirmou que movimentos de massa, ocasionados pelas fortes chuvas dos últimos meses, causaram a queda de um prédio com cinco pavimentos na semana passada.


O relatório dividiu o bairro Três Pinheiros, onde o prédio desabou, em três áreas: locais de baixo risco, locais de risco moderado e locais de risco elevado de danos.


Conforme a prefeitura, nas áreas de baixo risco, a população pôde retornar para casa já nessa quarta (29).


Nas áreas consideradas de risco moderado, os moradores poderão voltar após a realização de ações da prefeitura para estabilização do local. As obras previstas incluem a colocação de um talude no muro de contenção junto a Perimetral, drenagem e remoção de árvores de grande porte e instalação de pontos de monitoramento com dois pluviômetros.


O Executivo informou que o início dos trabalhos aconteceu nesta quinta-feira (30), sem interrupção nos finais de semana.


Não há previsão de liberação para a volta das famílias que moram nas áreas classificadas como de risco elevado.


"É importante destacar que, a qualquer momento, poderá ser solicitada nova evacuação caso sejam identificados indícios de ruptura iminente ou sejam atingidos os limites pluviométricos definidos para o monitoramento. A comunicação para uma possível nova evacuação do bairro está sendo ajustada entre a Prefeitura e os moradores", diz a prefeitura em seu site oficial.


  • Locais de baixo risco de danos (área verde): Compreende 81 edificações no bairro Três Pinheiros e 2 edificações no bairro Planalto. Famílias dessa área retornam para suas residências nessa sexta (29).

  • Locais de risco moderado de danos (área amarela): Compreende 30 edificações do bairro Três Pinheiros. Famílias dessa área retornam para suas residências após obras realizadas pelo Executivo Municipal.

  • Locais de risco elevado de danos (área vermelha): Todo loteamento Don Felipe, 1 edificação no bairro Planalto e 15 edificações no bairro Três Pinheiros. Famílias destas áreas ainda não têm previsão de retorno.

Segundo o vice-prefeito de Gramado, Luia Barbacovi, há outros locais de risco, como o Loteamento Orlandi, o bairro Piratini e regiões do interior. As áreas também estão sendo monitoradas, conforme o político.


No bairro Piratini, moradores relataram a presença de rachaduras em residências, tremores de terrenos e movimentação do solo após uso frequente de explosivos para detonar pedras em obra para abertura de uma via na região. Na última sexta-feira (24), a prefeitura informou que suspendeu as obras de forma preventiva.


Nessa terça, o perfil oficial da prefeitura de Gramado fez publicação no Instagram informando sobre o Executivo manter as ações de contenção aos danos causados chuvas. Já a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos tem atuado na liberação de vias interditadas por conta das quedas de barreiras e deslizamentos na cidade.


"A Prefeitura segue atuando para conter os danos causados pelas fortes chuvas dos últimos dias. Defesa civil, equipes técnicas do Município e Bombeiros seguem em campo monitorando as áreas de risco e ajudando no isolamento. Geólogos e outros técnicos estão prestando assessoramento para direcionar as ações da prefeitura. Já o Corpo de Bombeiros coordena o Sistema de Comando de Incidente", menciona a publicação.


População fora de casa


Mais de 500 pessoas seguem fora de casa, segundo informa a prefeitura do município.


A maioria dos moradores que precisaram sair de casa por risco de desmoronamento estão em casas de parentes e amigos. No entanto, cerca de 45 pessoas precisaram se abrigar em dois ginásios do município, em espaços oferecidos pelo poder público.


Fonte: g1



0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page