top of page
Buscar

Família organiza vaquinha para trazer ao RS gaúcha internada na República Dominicana

O que era para ser um período de descanso virou um pesadelo para o casal gaúcho Chayane Viana, de 32 anos, e Maurício Nowak, de 38. Em 25 de dezembro de 2023, eles saíram de Pelotas, no Sul do Estado, rumo a Punta Cana, na República Dominicana, para passar férias. Voltariam no último domingo (7), mas, dias antes, Chayane foi internada com quadro grave de pneumonia em um hospital local.


A gaúcha está sedada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a família busca apoio financeiro para trazê-la de volta ao Rio Grande do Sul, o que chega a custar quase R$ 500 mil.


Há uma semana, a cirurgiã-dentista Chay, como é conhecida por amigos e familiares, começou a sentir fortes dores de garganta e procurou atendimento dentro do restort onde estava hospedada. O marido dela conta que a esposa tem uma doença autoimune e o quadro piorou rapidamente, o que fez com que ela fosse internada.


"Ela acabou pegando uma pneumonia. Por conta da doença autoimune dela, isso dificulta. Ela está internada, sedada, na UTI. Nós estamos correndo com várias situações para conseguir dar continuidade nesse tratamento no Brasil", afirma Nowak.


A rede de saúde de Punta Cana é privada, por isso, todo o tratamento precisa ser pago pela família. O casal viajou com seguro-saúde, mas teve o uso negado por não terem acionado antes da internação no hospital. Até o momento, mais de US$ 38 mil (cerca de R$ 185 mil) foram pagos pela internação de Chayane. 


A família busca apoio para trazer a gaúcha de volta ao Estado e continuar o tratamento em Porto Alegre. Para isso, é necessário transporte aéreo com UTI e equipe médica, o que chega a custar quase meio milhão de reais.


Uma vaquinha on-line foi criada com o nome de  "Transporte internacional da Chay de Punta Cana para o Brasil" e com meta de R$ 496 mil e está disponível neste site.


O marido organizou a arrecadação e destaca que, com esse valor, será possível trazer Chayane ao Rio Grande do Sul em segurança. "Uma viagem que estava sendo um sonho acabou sendo um pesadelo. Estou tirando forças e vou me manter firme até onde precisar para levar ela para casa. Tenho fé que isso vai acontecer", conta.


Fonte: GZH

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page