Buscar

Carros voltam a ser atingidos por pedras na freeway, em Porto Alegre


Carros são atingidos no acesso à Avenida Castelo Branco, na chegada a Porto Alegre | Imagem: Reprodução / RBS TV

Veículos voltaram a ser atingidos por pedras na noite de quarta-feira (5), no acesso à Avenida Castelo Branco, na freeway, em Porto Alegre. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), pelo menos seis carros foram apedrejados. Não há registro de feridos.


Ocorrências semelhantes já vinham sendo registradas desde junho de 2021. Em uma das ações, uma mulher morreu ao ser atingida por um paralelepípedo.


Os ataques da noite desta quarta ocorreram entre as 21h45 e as 22h15. Entre os veículos alvos dos ataques, estão quatro carros, uma ambulância e um ônibus, conforme a PRF. Apenas um dos casos foi registrado na Polícia Civil até o momento.


Pouco tempo depois das ocorrências, uma pessoa foi encontrada morta nos trilhos do trem na mesma região. A polícia investiga o caso mas suspeita de que seja a mesma que estava jogando pedras nos veículos.


Relembre os ataques anteriores

Em junho do ano passado, Munike Fernandes Krischke, de 45 anos, morreu após ser atingida por um paralelepípedo enquanto trafegava pela BR-290, a freeway. Ela estava acompanhada do marido, com quem iria comemorar o Dia dos Namorados.


Depois do ataque, a polícia passou a investigar outros dois casos que chegaram ao conhecimento das investigações. A delegada Roberta Bertoldo, da 2ª Delegacia de Homicídios, destacou que eram relatos ocorridos no mesmo local e na data do episódio que vitimou Munike.


Já em outubro do ano passado, outras seis pessoas procuraram a polícia para registrar casos semelhantes.


Desde então a polícia faz operações de fiscalização e barreiras para tentar localizar os responsáveis pelos ataques.


Fonte: G1

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png