Bomba: TCU investiga sumiço de documentos de acordo homologado por Moro com empreiteira


Imagem: Evaristo Sá/ AFP.

O ministro Bruno Dantas, do TCU (Tribunal de Contas da União), determinou a abertura de uma investigação para apurar o sumiço de documentos do acordo de leniência firmado pela empreiteira Andrade Gutierrez com a Justiça, e que foi homologado pelo ex-juiz Sergio Moro em 2016. A própria construtora entregou os papéis ao tribunal como parte de sua defesa em investigações em que é acusada de irregularidades na construção de obras como a usina de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.


Alguns documentos, no entanto, desapareceram na Secretaria Extraordinária de Infraestrutura (Seinfra Operações), a mesma que defende o arquivamento de outro processo, o que investiga a atuação de Moro na consultoria Alvarez & Marsal. Em seu despacho, Dantas diz que "o desaparecimento de documentos é fato que merece apuração, inclusive para que não se torne algo corriqueiro" no tribunal. Já o diretor da Secretaria de Infraestrutura, André Amaral Burle de Castro, afirma que há falhas nos procedimentos de recepção e guarda de arquivos sigilosos não digitalizáveis do TCU. E o problema, segundo ele, é "generalizado".


Fonte: O Tempo


0 comentário