top of page
Buscar

Recolocação dos paralelepípedos na primeira quadra da rua Independência tem início

Imagem: Thales Ferreira/ PMSL.

Uma nova etapa teve início nesta terça-feira (27), nas obras de modernização e revitalização da rua Independência, no Centro de São Leopoldo. O Consórcio São Leopoldo, responsável pelas obras, deu início a recolocação dos paralelepípedos na primeira quadra, entre a avenida Dom João Becker com a rua Brasil. O serviço da empresa terceirizada estava programado para ter início nesta segunda-feira (26), mas foi adiado devido à chuva.

 

Primeiramente as pedras históricas serão assentadas no lado direito. Uma camada de 4 cm de argamassa (pó de brita e cimento) será colocada para receber o calçamento entre a calçada e o centro da pista de rolamento, onde estão dispostas as calhas coletoras da água da chuva para a rede pluvial. O serviço vai prosseguir conforme o andamento da colocação das pedras de basalto na calçada, que hoje está em 50% do lado direito da via pública.

 

O prefeito Ary Vanazzi fez uma vistoria na Rua Grande na tarde dessa terça para acompanhar a nova etapa e falou sobre a expectativa de como ficará o futuro cartão-postal da cidade. “O ritmo da obra está muito mais acelerado. Imagina quando houver a despoluição das fachadas dos prédios históricos e dos prédios mais modernos, vai ficar um shopping a céu aberto. Teremos um comércio muito forte e vai atrair muita gente para comprar no comércio e com isso a cidade vai ganhar e crescer economicamente”, afirma.

 

“Hoje começamos uma nova etapa com a recolocação das pedras antigas do calçamento da Independência depois de feita toda a macrodrenagem da rede pluvial e do esgoto cloacal. Foi colocada uma base e também a tubulação das redes de elétrica e lógica (telefonia e internet). Provavelmente ainda nesta semana devemos começar a calçada do outro lado [esquerdo]”, disse o secretário de Obras e Viação, Geraldo Passos.

 

Primeiro calçamento da rua Independência foi em 1891

 

Até 1870, a rua Independência era chamada de rua do Passo. Pela proximidade com o Rio dos Sinos, oferecia uma importante passagem de um lado ao outro do Rio – quando em períodos de estiagem –, o que acabou influenciando a urbanização da cidade de São Leopoldo.

 

De acordo com o historiador e coordenador do Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura e Relações Internacionais (Secult), Márcio Linck, o primeiro calçamento da rua Independência ou Rua Grande se deu com pedra irregular em 1891 e num segundo momento em 1898. “Em 1942, na gestão do prefeito Theodomiro Porto da Fonseca foi alargada a rua, calçada com paralelepípedo (granito) e realizado o passeio público”, recorda Márcio, informando que, “a área calçada, segundo relatório municipal de 1942, foi de 17.762,25 metros quadrados, com 4.062,70 metros de cordão, 186,67 metros de curvas e 68 cantoneiras para entrada de veículos”, assegura. Para o passeio público foi escolhido calçamento com mosaico português. A obra de calçamento da Rua Grande teve um custo estimado em 559.340,12 cruzeiros, algo em torno de R$ 458 mil em conversão atual.

 

Segundo o coordenador do Patrimônio Histórico da Secult, as pedras históricas da rua independência são parcialmente tombadas por estarem em uma área chamada de “mancha” do Plano Diretor do município, que envolve o perímetro urbano com edificações e casarios de relevância histórico-cultural. A lei municipal nº 3.490 de 1989, aprovada pela Câmara de Vereadores, garantiu a preservação das pedras regulares. “É proibida a colocação de qualquer tipo de cobertura sobre a pavimentação de paralelepípedo, garantindo a preservação deste patrimônio visual da cidade”, diz o artigo 3º da lei promulgada em 14 de agosto de 1989.


Fonte: PMSL

0 comentário

Kommentare


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page